quinta-feira, 13 de março de 2008

PARA QUE SERVE O TURISMO?

Sou estudante de Turismo. E quase toda vez que digo isso para alguém, percebo que sou observada com certo ar de galhofa, pena, ou coisa assim. Muitas vezes me perguntam displicentemente porque cargas d’águas decidi fazer este curso ao invés de cursar Medicina, Direito ou Engenharia. Outras vezes, com a maior cara de espanto e olhar esbugalhado, simplesmente soltam a bomba “Para que serve o Turismo?”
Nestes momentos, confesso, no intimo do meu ser surge a certeza de que será deflagrada a 3ª Guerra Mundial assim que eu abrir minha boca e liberar o turbilhão de emoções de quem sente sobre si todo o peso do preconceito. Isso mesmo: PRECONCEITO.
Neste momento crucial, onde a dor parece dominar-me completamente e a indignação crescente exigem de mim uma atitude severa, eis que repentinamente lembro-me do significado da palavra preconceito(conceito ou opinião formulados antes de conhecer bem). É o momento em que todo o sentimento explosivo desaparece. Logo em seguida, me vejo a observar meu interlocutor como se fosse uma pessoa aprendendo a ler, um analfabeto funcional, ou qualquer coisa que o valha. E me ponho a esclarece-lo para que fuja das trevas e possa respirar novos ares, adquirir novos conhecimentos e saber que o mundo seria insuportável se existissem apenas e tão somente médicos, advogados e engenheiros. Já imaginou? A sociedade seria composta por doentes? E talvez por isso precisariam de milhares de advogados para processar os planos de saúde e o governo por não prover as condições necessárias para garantir a saúde pública. E os arquitetos? Será que iriam se inspirar na história e criar tumbas maravilhosas como no tempo dos Faraós?
Bem. Vamos ao que interessa. Afinal, para que serve o Turismo? O Turismo é uma das maiores indústrias do mundo. Através dele podemos dotar as cidades de infra-estrutura básica e turística que traz benefícios para todos: estradas, meios de transporte, hospedagens, segurança, restaurantes, programas culturais etc.
O turismo é capaz de gerar milhares de empregos diretos e indiretos para a população que precisa estar inserida no processo, e receber qualificação para este fim, aumentando assim sua renda, seu nível cultural e consequentemente a sua qualidade de vida.
Cabe aos Bachareis de Turismo articular todo este complexo sistema, e garantir sua sustentabilidade e o respeito ao cidadão.
É para isso que estudo turismo. Para aprender a respeitar os costumes, as diferenças e contribuir para o desenvolvimento de meu país.
Por isso decidi criar este blog. Para que todos conheçam ao menos um pouco desta atividade e da profissão que decidi abraçar.

7 comentários:

Tiago disse...

Aí Ila, brocou!!!!!!!!!!!

Gostei da idéia.

Chagas

Anônimo disse...

Ai Fala sério! Faculdade de turismo é o maior Curso vago do planeta.
Turismo gera dinheiro é um fato! Mas faculdade de turismo? AH! O pessoal tem que inventar matéria para as aulas...

Eli Sandra Barbosa disse...

Olá caro leitor, ou leitora. Uma das coisas que o turismo prega é que devemos sempre respeitar a diversidade, as opiniões e os sentimentos de todos. Sendo assim, agradeço imensamente por você ter dado a sua contribuição ao expressar a sua opinião qui no blog.

danny disse...

oii, eu tenhu 16 anos e to pensando em que area eu kero me especializar; e umas das areas ke eu pensei foi o turismo vooc poderia explicar mais explicitamente como age essa area ? brigada desde ja bjinhus.

Eli Sandra Barbosa disse...

Olá Danny. Obrigada por visitar o meu blog. Você está mesmo prestes a tomar uma das mais importantes decisões de sua vida. Te desejo sorte e sabedoria em sua escolha. Bem, o profissional denominado de Bacharel de Turismo ou Turismólogo precisa ser dentre outras coisas inteligente, estudioso, arrojado, criativo, e uma pessoa socialmente e ambientalmente responsável. Podemos atuar com os mais diversos setores do trade turístico como agências de viagens, hotéis, transportadoras turísticas, empresas de eventos, restaurantes, nos órgãos oficiais do turismo trabalhando para o desenvolvimento do setor, em ONGs, lecionar em faculdades, podemos também desenvolver projetos culturais e de preservação do meio ambiente, e muito mais. Podemos dizer que nosso curso é de administração só que com ênfase em turismo. Nós estudamos as matérias hotelaria, contabilidade, estatística, custos,eventos,patrimônio histórico e cultural,história, geografia,projetos,transportes etc.
Ao contrário do que muita gente acredita, nós não vivemos viajando, e sim cuidamos para que a viagem dos outros, os clientes (que normalmente foi sonhada e desejada por muito tempo) seja proveitosa, alegre, que proporcione lazer, conhecimento, e entendimento de que todos nós seres humanos somos iguais, porém, diferentes. Cada povo com suas peculiaridades. A diversidade deve ser respeitada sempre.
Eu acredito que fazemos um trabalho interessantíssimo e de grande importância principalmente nos dias atuais, onde as pessoas vivem estressadas com tantos problemas que envolvem as grandes capitais. Nós nos preocupamos em levar momentos de alegria e felicidade aos corações das pessoas. Mas não se engane. Infelizmente não somos valorizados como gostaríamos. A profissão ainda não é reconhecida por ser considerada muito nova, etc. Sabe aquela velha história de matar um leão a cada dia? Pois se aplica muito bem ao caso. Enfim, há os prós e contra como você pode perceber. Eu particularmente fiz o curso e não me arrependo. Estou lutando para abrir meus caminhos no mercado.
Bem, espero poder ter ajudado a esclarecê-la um pouco mais sobre a profissão. Boa sorte e sucesso para você.
Ah! E continue visitando o Ellistur. Bjos

sheila disse...

Bom eu quero e pretendo fazer a faculdade de turismo,mas eu corro o risco de ficar sem empregos logo depois de terminar a faculdade?
moro em uma cidade pequena mas nao gostaria de trabalhar aki ao fazer a faculdade de turismo vou viajar tipo, digo com guia turistico so pq fiz a faculdade de turismo?
meu primo por exemplo ele fez a faculdade de engenharia e ele nao faz nem meses e le ja trabalha com isso.Eu no caso se for fazer posso em tempo dee faculdade trabalhar com turismo viajando?
e como sou filha de deus e preciso sobreviver o salario é pouco por pouco valorizada o curso de turismo? bjoos a e nao minta sobre inha perguntas principalmente sobre o salario RSRSRS bjooOo xau

Eli Sandra Barbosa disse...

Olá Sheila. Prazer em receber você aqui no blog. Bem, sobre as suas perguntas, é o seguinte: Primeiro é preciso ter em mente que o curso de turismo é diferente do curso de guia de turismo. Fazer uma faculdade de turismo significa que você terá uma formação mais completa e poderá atuar nas diversas áreas que estão envolvidas com o turismo como planejamento turístico, hotelaria, gastronomia, cultura, transportes, etc. A profissão infelizmente ainda não é reconhecida. O curso de guia é feito à parte, e você terá um aprendizado mais voltado para o atendimento ao turista em viagens. Esta profissão inclusive já é reconhecida pelo Ministério do Trabalho.
Se você mora em uma cidade pequena que não trabalha com turismo é importante migrar para um outro local que tenha maiores oportunidades de trabalho sim, mas lembre-se de que deverá estudar muito e incrementar seu currículo com cursos extras, principalmente com outras línguas. Isso fará toda a diferença na hora de conseguir uma vaga de estágio e emprego. Você deverá contar com um pouco de sorte também. Em muitos lugares, as vagas parecem convergir sempre para um determinado grupo que faz as indicações para os cargos. Isso significa que você deverá formar uma rede de conhecimentos, o famoso “network” para ser lembrada. Quanto ao salário, não é muito alto para quem está começando, está na faixa dos mil reais mais ou menos. Se você trabalha em uma agência de viagens, por exemplo, pode ganhar mais devido à comissões por vendas. Mas, em geral, acontece aquela velha história de começar de baixo e ir subindo na carreira aos poucos.
Fazer o curso de turismo significa optar por uma área importante, que incrementa a economia de um país, e que nem sempre é valorizada por pessoas e governos. Algumas pessoas acham que qualquer pessoa pode trabalhar com turismo sem uma formação acadêmica, mas isso não é verdade. Em alguns estados, por exemplo, os órgãos de fomento ao turismo são locais de trabalho de pessoas com formação totalmente diferente que não tem unidade e não entendem a importância desta atividade. O resultado, é que o turismo não se desenvolve, a coisa toda emperra, e não vai à frente, pois não há seriedade e comprometimento. O país perde, a população perde e os visitantes também. É uma pena. Mas já me estendi muito na resposta não é? (risos)
Bem, espero ter esclarecido da melhor maneira possível as suas dúvidas. Espero que você faça uma boa escolha. Desejo toda a sorte do mundo para você, independente de qualquer coisa. Sucesso!
Ah!E volte sempre.